Contatos

       

    Equipes do SABER e Ministério da Saúde discutem Programa de Qualificação de Reguladores do SUS na UFPE

    20 profissionais de diversas áreas do Ministério da Saúde participam da oficina.

    20 profissionais de diversas áreas do Ministério da Saúde participam da oficina.

    O Grupo SABER da Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, promove, hoje e amanhã, a Oficina Planejamento do Programa de Qualificação de Profissionais Reguladores do SUS – Sistema Único de Saúde, na Biblioteca Central da Universidade.

    Uma equipe formada por quase 20 profissionais de diversas áreas do Ministério da Saúde participam da oficina que tem como objetivos principais a construção da matriz curricular do programa e a orientação de todos que vão trabalhar na produção e validação do curso.

    De acordo com o Coordenador Geral de Regulação e Avaliação do Ministério da Saúde, João Marcelo, é fundamental a formação de reguladores que vão trabalhar na intermediação entre a necessidade dos pacientes e a capacidade instalada da Rede em todos os níveis: ambulatorial, hospitalar, urgência ou emergência. “O Brasil possui, hoje, 400 centrais de regulação inscritas no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde e formar profissionais qualificados para trabalhar nelas é aumentar as chances de oferecer um atendimento de melhor qualidade à população”, disse ele.

    Quem também participa da Oficina é o Coordenador de Ações Estratégicas em Educação na Saúde, Felipe Cavalcanti. Para ele, a regulação é um dos aspectos mais importantes na articulação entre a atenção básica, a especializada, UPAs, emergências e unidades de pronto-socorro, o que torna indiscutível a necessidade de dar um suporte maior aos profissionais que trabalham na regulação, desde o conjunto de conhecimentos sobre normativas e doenças até a estrutura da Rede. Segundo Felipe Cavalcanti, “o Grupo SABER, da UFPE, tem sido uma grande parceira por ter uma concepção muito parecida com a do Ministério da Saúde, o que possibilita testar aspectos que são muito novos para quem trabalha com a Educação a Distância e que não se resumem a transposição da dinâmica de uma sala de aula para o ambiente virtual, mas que vão além. Neste programa estamos pensando processos mais fortes e mais colaborativos”.

    O Programa de Qualificação de Profissionais Reguladores do SUS deve começar no primeiro trimestre de 2016. Estruturado em 3 módulos independentes, o curso vai ofertar mil vagas para candidatos de todo o Brasil.